Das colheres da papa

Eu uso o humor como ela usa a colher. Umas vezes, para comer da vida. Outras, para misturar o nosso curto tempo e fazer derramar os revezes do dia pelas beirinhas finas de um prato.

Minês Castanheira

Anúncios