Descanso

FullSizeRender

Agora já te podes sentar, mamã. Mas só um bocadinho.

Minês

Anúncios

Mensagem

Vocês, mulheres que enchem a boca para dizer ao mundo que se pode ter tudo, maternidade e trabalho a 100%, como ele era antes da maternidade. Sim, vocês sabem quem são.Vocês que juram a pés juntos que se pode fazer tudo, sem se ter de abdicar de nada. Sim, estou a falar convosco, vocês sabem quem são. Vocês que trazem as vossas crianças sempre de unhas cortadas e impecavelmente limpas, a qualquer dia da semana, e as vossas unhas arranjadas e impecavelmente pintadas em simultâneo, parem de mentir às pessoas e confessem o vosso pânico interior de que, de repente, tudo descambe. Sossegavam a malta.

Minês

Das crianças que são como um ovo.

“Olho o ovo na cozinha com atenção superficial para não quebrá-lo. Tomo o maior cuidado de não entendê-lo. Sendo impossível entendê-lo, sei que se eu o entender é porque estou errando. Entender é a prova do erro. Entendê-lo não é o modo de vê-lo. – Jamais pensar no ovo é um modo de tê-lo visto.

(…)

E a galinha? O ovo é o grande sacrifício da galinha. O ovo é a cruz que a galinha carrega na vida. O ovo é o sonho inatingível da galinha. A galinha ama o ovo. Ela não sabe que existe o ovo. Se soubesse que tem em si mesma o ovo, perderia o estado de galinha.

(…)
É necessário que a galinha não saiba que tem um ovo. Senão ela se salvaria como galinha, o que também não é garantido, mas perderia o ovo. Então ela não sabe. Para que o ovo use a galinha é que a galinha existe. Ela era só para se cumprir, mas gostou. O desarvoramento da galinha vem disso: gostar não fazia parte de nascer. Gostar de estar vivo dói. – Quanto a quem veio antes, foi o ovo que achou a galinha. A galinha não foi sequer chamada.”

Do maravilhoso texto “O Ovo e a Galinha”, de Clarice Lispector – que dá para ler e reler, agora com os olhos de mãe, de pé e de pernas para o ar, de todos os ângulos -, uma sugestão da Celeste Natário. Para quem é Galinha e para quem é Ovo.

Minês

Se acham que trocar duas fraldas sujas é duplamente difícil,

experimentem seguir as indicações da Well’s online para fazer a devolução de um produto. Se vos acontecer como a mim, vão dar início à saga da vossa vida e terminar com a certeza absoluta de que há empresas que, querendo operar no mercado da venda online em Portugal, não estão de todo preparadas para o que isso implica.

aqui tinha deixado o meu desabafo (e vá, total surpresa!) com a dificuldade que tinha encontrado nos procedimentos para a devolução de um produto adquirido online na Well’s. Eis senão quando uma coisa, que já se estava a ver que ia ser complicada, se provou impossível. Depois de idas à loja física, telefonemas e pagamento do envio pelos CTT da compra com pedido de reembolso, chego a casa para receber a mesma encomenda de volta, com a indicação de que tinha sido recusada pela loja do Continente no Colombo – a loja da morada para onde me indicaram que deveria fazer a devolução via CTT.

Não adiantou de nada pedir explicações por telefone depois disso, porque me dizem que não fazem ideia do que possa ter levado a loja a recusar uma encomenda devolvida (na caixa original e identificada, ainda por cima, e através de correio registado), mas que o melhor que eu tinha a fazer era voltar a enviar. Ou seja, voltar a pagar 7€ para enviar uma coisa, prevendo já que ela poderia vir a ser recusada novamente.

Voltar a pagar do meu bolso? Se, mais tarde, enviar os comprovativos de pagamento do envio pelos CTT por correio ou email para a Well’s, eles comprometem-se a ressarcir-me, diz-me a senhora ao telefone. Yeah, right. Vou mesmo cair nessa de lhes enviar seja o que for por correio novamente.

Ficou por dizer que, depois de várias tentativas de devolução da encomenda sem sucesso e sem explicações, a brincadeira já me custou mais caro do que a própria compra do produto. Para já não falar na imagem que fica da Well’s. Ou do tempo que perdi, entretanto, e que vale bem mais do que a Well’s parece entender. Como vale o tempo de qualquer cliente.

Fica o testemunho, para que não caiam no erro em que eu caí.

Foi assim que na semana passada conseguiram perder uma cliente, e toda uma família com ela. Obrigada, Well’s do Continente​ online por fazeres a minha vida de mãe, assim, um pouquinho mais difícil.

A Sophia já tinha dito isto demasiado bem.

“Terror de te amar num sítio tão frágil como o mundo

Mal de te amar neste lugar de imperfeição
Onde tudo nos quebra e emudece
Onde tudo nos mente e nos separa. “

– Sophia de Mello Breyner in Obra Poética

Não são assim tantos os versos que povoam a nossa cabeça, quando se é mãe ou pai. Até porque há menos espaço para reflectir sobre nós, ainda que maior a necessidade de o fazer. Até agora, este poema que sempre me assombrou tinha um outro significado. A Sophia já tinha dito isto demasiado bem.

Minês

Se acham que mudar uma fralda suja é difícil,

experimentem devolver uma encomenda da Well’s On-line:

1) primeiro recebe-se o produto com uma nota vaga com indicações para a devolução em loja ou pelos CTT;
2) como manda a prudência, passa-se horas para se ser atendido por um operador da loja on-line para se descobrir que o operador só responde pelo Continente e que não sabe o que se deve fazer;
3) leva-se a encomenda a uma loja Wells só para se ter de voltar para trás com a mesma encomenda (mais a bebé, o carrinho, o saco com as coisas dela e a caixa da Well’s com tudo lá dentro) porque a culpa é da Sonae, que não explica aos clientes o processo de devolução e emite facturas da Wells com o nº de contribuinte do Continente;
4) ouve-se novamente ao telefone que a única forma de devolver a encomenda é mesmo pelos CTT e que nos deviam ter informado disso logo na 1º chamada, porque o procedimento é esse, independentemente do que vem na folha que acompanha a encomenda.

Quando fiz a encomenda devia ter desconfiado. Foram precisos três telefonemas, já na altura, de três pessoas diferentes a marcarem a mesma entrega da encomenda: uma a dizer que teriam de mudar a data de entrega, outra a dizer que não tinham os copos disponíveis, outra a confirmar a entrega na data inicial, quando a nova data já tinha sido marcada e combinada posteriormente comigo.

Dá vontade de desistir dos copos de congelação para guardar a sopa dela e passar a descascar legumes todos os dias. Ou de não voltar a fazer encomendas na Well’s, o que é pena.