A Sophia já tinha dito isto demasiado bem.

“Terror de te amar num sítio tão frágil como o mundo

Mal de te amar neste lugar de imperfeição
Onde tudo nos quebra e emudece
Onde tudo nos mente e nos separa. “

– Sophia de Mello Breyner in Obra Poética

Não são assim tantos os versos que povoam a nossa cabeça, quando se é mãe ou pai. Até porque há menos espaço para reflectir sobre nós, ainda que maior a necessidade de o fazer. Até agora, este poema que sempre me assombrou tinha um outro significado. A Sophia já tinha dito isto demasiado bem.

Minês

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s