Veste-lhe o casaco

Veste-lhe o casaco
o que está na segunda gaveta
da cómoda do quarto da casa
há-de servir
mais um mês
de versos pequenos coisas prosaicas
que nos empurram a vida.
Eu tiro o avental
da cozinha da casa do amor
em vez de escrever a escrita
pode esperar
enquanto descasco batatas
como a poeta
eu também não usava avental
até há pouco
não sabia que a poesia de verdade
estava
nas batatas mesmo que não se comam
é preciso descascá-las de mentira.
Vai vestindo o casaco
à menina
não há nisto poesia nenhuma
mas entre
o casaco e a menina
ela se ocupa do mais bonito dos versos
e já há algumas tigelas partidas.

Minês

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s