26 de abril

Ontem foi assim. Sei  bem que é um post que vem tarde, mas antes do que nunca, como a revolução.

Aliás toda a gente sabe disto, que ainda que tivesse sido no dia seguinte que o caminho se fez difícil, foi esta a primeira manhã que nasceu já cheia de possibilidades.

Miguel

Dos cowboys

Discutir sobre a letra de uma música infantil é um bocado como discutir um jogo de futebol.
Há sempre mais do que uma versão da história, como com os índios, dependendo da seita a que se pertence, o tema é passível de ser debatido com unhas e dentes (se já os há) até à exaustão e é precisamente isso que farás, com recurso aos mais variados argumentos e idas ao Youtube, até chegarem à conclusão de que tanto faz que seja “manta”, como “corcunda”, se isso significar que não és tu que vais dar a sopa ao cowboy.

Minês

A vontade e a pressa

Estes já não são os primeiros, mas, como se sabe, a dificuldade não está exactamente no começar a andar, antes na determinação em encontrar o caminho, sustentar o ritmo e manter o rumo. Um passo de cada vez, de preferência, não vá a vontade ser maior do que a pressa em lá chegar.

Miguel

 

“pesunto” ou da costela transmontana

Quando, inadvertidamente, a tua criança junta silabas aleatórias e lhe sai uma palavra que te é familiar mas que está fora de contexto. E tu reavalias, de seguida, se estará tão fora de contexto assim.
Ou se, na realidade, haverá alguma situação em que dizer “presunto” – ou “pesunto” – possa estar fora de contexto.

Minês

Do respeito pelos livros

Espero que ela nunca tenha respeito pelos livros. Espero que os use para construir castelos no meio da sala, mesmo que isso implique ter de aturar os pais a ralhar com a destruição imprevista dos clássicos da literatura e da poesia russa.
Espero que ela nunca tenha respeito pelos livros, que os use para construir castelos no meio do peito, mesmo que isso implique ter de aturar o mundo a ralhar com ela por causa dos outros mundos todos que terá ao alcance dos dedos.
Isso, ao contrário dos livros, é indestrutível.

Minês